7 dicas para antes de escolher um imóvel para investir

  • 3 semanas atrás
  • 1
imóvel para investir

Escolher um imóvel para investir é uma tarefa que precisa ser feita com bastante cuidado. Afinal, você não quer entrar em um negócio de alto valor para acabar perdendo dinheiro, correto?

Por isso, é preciso estar atento com diversos detalhes durante a negociação e a escolha do imóvel para investimentos no mercado imobiliário. Nesse sentido, podemos afirmar que entrar no mercado imobiliário é uma das maneiras mais seguras de obter retorno financeiro.

Ainda mais se considerarmos se você optar por um imóvel para investir em Santa Catarina. Os empreendimentos no litoral catarinense estão crescendo cada vez mais, com opções incríveis para novos moradores.

Com a alta demanda e a grande variedade de casas e apartamentos de alto padrão, a possibilidade de adquirir um imóvel para investir que se alinhe às suas necessidades é altíssima.

No entanto, mesmo que seja uma das maneiras com maior garantia de retorno, existem alguns cuidados para que você não entre em um mau negócio. Desse modo, ter essas informações facilita na hora de tomar a melhor decisão e ainda obter o máximo rendimento possível com o seu imóvel novo .

Assim, separamos algumas dicas essenciais para você escolher um imóvel e fazer o investimento certo no mercado imobiliário. Fique ligado!

7 dicas para antes de escolher um imóvel para investir

1 – Comprar imóvel na planta – Esta é uma das melhores maneiras de obter alto retorno financeiro com investimento em imóveis. Desse modo, ao comprar um imóvel na planta você dispõe da possibilidade de aumentar o seu patrimônio e ter um valor alto de rendimento.

Isso ocorre porque ao comprar na planta, você pode negociar o valor e aproveitar diversas formas de pagamento. Além disso, você paga mais barato pelo valor do empreendimento e, assim que receber ele pronto, o imóvel já estará valendo muito mais do que foi investido.

Essa valorização acontece tanto pela forma de negociação, quanto pelo local onde ele está sendo construído. 

A cidade de Itapema, por exemplo, apresenta um plano de crescimento de excelente padrão, fazendo com que a demanda por novos moradores seja alta e que os níveis de valorização cresçam a cada ano.

2 – Momento de comprar – Ao escolher um imóvel para investir é muito importante você acertar no momento de comprar. Existem diferentes fases na venda de um empreendimento, por isso você deve saber identificar corretamente qual deles é o ponto chave para o sucesso do seu investimento.

Assim, as etapas de venda de um empreendimento são: pré-lançamento, lançamento, construção e pronto para morar. Estes momentos chave podem valer tanto para imóveis na planta, quanto para aqueles que já estão prontos, com algumas pequenas modificações.

Entre o pré-lançamento e o lançamento estão as melhores oportunidades de negociação, sendo o ponto ideal para obter o melhor retorno financeiro possível.

3 – Potencial da região do imóvel – Como destacamos anteriormente, ao selecionar um imóvel para investir você precisa analisar onde ele está localizado e quais são as possibilidades de valorização desta região.

Em geral, cada região possui uma média de valor por m². No entanto, é fundamental estar de olho em diversas questões importantes, como melhorias previstas na localidade. 

Por exemplo: acesso ao transporte público, reformas nas vias e futuros empreendimentos como shoppings e outras facilidades.

Além disso, a qualidade de vida das cidades é um indicador que pode facilitar na hora de escolher a melhor opção de investimento. Tudo isso colabora na hora de prever uma tendência de valorização e obter ainda mais retorno financeiro.

4 – Demanda para o tipo de imóvel – Também é importante saber se existe realmente uma demanda pelo tipo de imóvel que você está planejando investir. Com a chegada da pandemia, vimos uma tendência aumentar ainda mais, que é a procura por imóveis no litoral.

Além disso, o mercado imobiliário cresceu bastante para empreendimentos que possuem um espaço maior, com diversos cômodos, principalmente pelo aumento da força de trabalho em home office.

Ou seja, investimentos no litoral, que possuem maior potencial de valorização, devem ser pensados nesse tipo de apartamento ou casa. 

Desse modo, ao analisar um imóvel para compra também é necessário considerar para qual público ele foi pensado e se a região está compatível com o estilo de vida do seu público alvo. 

Assim, se você fizer ao contrário, corre risco de dificilmente ter sucesso na revenda deste imóvel.

5 – Valor do metro quadrado na região – Como destacamos anteriormente, o valor do metro quadrado da região também é importante na avaliação de escolha do empreendimento. 

Cada região possui suas características e, em virtude disso, diferentes valores pela metragem.

Desse modo, vale muito mais a pena optar por um bairro com potencial de crescimento do que um bairro que já esteja em alta. Na hora da revenda, a tendência é de alto lucro, além da possibilidade de facilmente obter retorno com aluguel de temporada.

6 – Estude o público-alvo e seus objetivos – Assim como você deve entender o tipo de imóvel, também precisa avaliar com cautela o público para o qual deseja revender a propriedade. 

Além disso, deve pensar também quais são os seus objetivos principais com esse investimento, afinal ele não será pouco.

Ou seja, se você quer ter rentabilidade maior e em pouco tempo, precisará comprar um imóvel para rápida revenda. No entanto, se o objetivo é ter uma renda extra fixa, o ideal é adquirir um imóvel para alugar.

Também considere o público-alvo para acertar nas características físicas do imóvel, tais como tamanho, localização e estilo. Tudo isso vai colaborar também na hora de decidir se há mais chances de venda ou de aluguel.

7 – Características do imóvel e o projeto – Tanto em empreendimentos prontos, quanto em imóveis na planta, você deve fazer uma avaliação minuciosa das principais características do imóvel. 

Ou seja, fique atento para a acessibilidade do condomínio, sistemas de iluminação e segurança, estrutura de estacionamento e áreas de lazer.

Além disso, existem outros pontos bastante valorizados, como a vista e a posição solar do apartamento, se tem sacada ou não, e o acesso à vaga de garagem, por exemplo. 

Em caso de condomínios, a infraestrutura conta bastante, assim, quanto mais opções de recursos e serviços agregados, mais valorizado será o imóvel.

Participe da discussão

Compare listings

Comparar